domingo, março 21, 2010

15 FILMES COM UM GRANDE INÍCIO (1) *

A cunhada de Ethan Edwards (John Wayne) observa o
regresso dele, após anos de ausência: uma das primeiras
imagens de Rastros de Ódio.




- A Marca da Maldade (Orson Welles)
- Cidadão Kane (Welles)
- Hiroshima, Meu Amor (Alain Resnais)
- Vertigo/Um Corpo que Cai (Alfred Hitchcock)
- Oito e Meio (Federico Fellini)
- Rastros de Ódio (John Ford)
- O Baile (Ettore Scola)
- O Bebê de Rosemary (Roman Polanski)
- A Noviça Rebelde (Robert Wise)
- A Morte num Beijo (Robert Aldrich)
- Amor, Sublime Amor (Wise e Jerome Robbins)
- M... O Vampiro de Dusseldorf (Fritz Lang)
- A Bela da Tarde (Luís Buñuel)
- Era uma Vez... no Oeste (Sergio Leone)
- Ama-me Esta Noite (Rouben Mamoulian)

* Sem ordem preferencial.


18 comentários:

Jota Effe Esse disse...

Mesmo não sendo um cinéfilo, dou-te os parabéns pela escolha. NÃO há como negar que se tratam de grandes filmes, pelo sucesso de bilheteria que tiveram. Mas não posso dar uma opinião qualificada, porque, ao que me lembre, só vi a Noviça Rebelde. Meu abraço.

Claudinha ੴ disse...

Querido Sobreira!

Realmente a gente fala mais em grandes finais. Era uma vez no oeste é um dos meus preferidos e a trilha sonora me encanta desde menina. Eu tenho um preferido de cena inicial que me marcou demais. Amarcord quando a idéia de tempo é dada pelas sementes bailarinas invadindo a cena e o final do filme também é assim. Coisa de mestre.

Um beijo!

Dilberto L. Rosa disse...

Só faltou, creio eu, "Caçadores da Arca Perdida", à la 007: excelente início! E sobre este grande clássico "Rastros de Ódio", não só o início como o final, fechando um ciclo, são poeticamente lindos! Abração!

Bené Chaves disse...

O início de 'Ama-me esta noite' é realmente sensacional. Mostra a chegada do som no entremeio entre o 'cinema-mudo' e o 'cinema-falado' nos idos de 1932.

Um abraço...

Sergio Andrade disse...

Sobreira, tempos atrás também selecionei meus 10 inícios de filmes preferidos. Vertigo e Rastros de Ódio estavam entre eles!

Um abraço.

Lili disse...

olá, querido Sobreira
que maravilha a lista que vc fez... já assisti alguns!
Tenho andado meio sem tempo, inclusive de entrar no blog, mas consegui ir esses dias ao cinema. Vi 'Educação'.
Ir ao cinema é tão bom... me deixa mais feliz.
E quanto ao que vc chamou de porre, rs rs , nem foi, é que eu não estava em boas companhias. Sendo assim, a noite não foi divertida e tudo acabou caindo mal, muito mal.
Querido, boa semana!
Grande bj.

DILERMArtins disse...

Mas bah, Sobreira.
Lembro bem da Noviça Rebelde, maravilhoso filme.
Parabéns pela lista.
Resposta: A Verinha é minha namorada há mais de quarenta anos...

nina rizzi disse...

Sobreira, a Claudinha tem razão: falamos mais em grandes finais, nós também o fizemos, hm?

puxa, adoro os filmes selecionados, só nao assisti um deles. e os três primeiros são... vixi, de me tirar o fôlego.

então, fui gravar o filme e não consegui, aí percebi que a midia não era compatível.. rsrsrs... mas já fiz a cópia de alice, cê espera mais um cadinho? rsrsrs...

saudade, sabe...
um beijo :)

Ilaine disse...

Oi, Francisco!

É verdade, eu não guardo os inícios dos filmes, lembro mais é dos finais. Mas agora vou prestar atenção nisso. Falarei sobre isto com Matheus, meu filho. Ele adora cinema e provavelmente repara nos inícios.

Um abraço, e obrigada pelas visitas. É uma alegria te ver "lá em casa".

José Viana Filho disse...

Alan Resnais foi Genial em Hiroshima, um inicio avassalador!!!

Faltou o inicio de Tres homens em conflitos, genial!!

Adorei a sua lista, aparece no meu blog , falo muito de cinema tambem!!

abs

Moacy Cirne disse...

Puxa vida,
só agora percebi que você estava com uma postagem nova. São, sem dúvida, grandes inícios. Continuo sem conhecer 'Ama-me esta noite'. De minha parte, incluiria os inícios de '2001', 'Satantango', o filme de Fuller lançado em 1980 (cujo nome me escapa agora), 'Eclipse'. Tem mais, claro. Mas vem por aí a segunda parte, né?
UM ABRAÇO.

Barbara disse...

Na varanda - resquícios de espera e que linda foto!
E esperar Wayne...ah...um acontecimento.

Sabes viver.
Sabes ver.
Sentir
Dividir

Mariazita disse...

Querido Francisco
Como já disse mais do que uma vez, os títulos de filmes, e não só, em Portugal diferem dos do Brasil.
Da lista que você aqui apresenta apenas dois me são familiares: Cidadão Kane e Hiroshima, Meu Amor - deste último recordo-me bem e gostei muito; o outro, francamente, não me lembro se vi...mas lembro-me do nome.

Uma semana feliz.

Beijinhos

Tião disse...

Vamos lá, por partes: 1) Existe uma terceira gravação de "Céu Cinzento", de fazer tremer os ouvidos. Está no CD do songboock de Noel, daquela série organizada por Almior Chediak. Quem a interpreta é Jards Macalé. Negócio de arrepiar. Sem falar que todo o disco é muito bom. Acho que você ia gostar. 2) Sobre sua lista de belos inícios de filmes: enngraçado, tenho dificuldades de "entrar" nos filmes, e quase sempre uma antipatia pelos seus inícios; com os livros dá-se exatamente o contrário: tem gente que lê o último parágrafo da derradeira página, já pra mim, o que me fisca é a primeira frase, o parágrafo inicial na primeira página. Mas, vendo a lista, vasculhei a mente em busca da primeira boa sequencia de abertura de filme que me vinha à cabeça, meio instintivamente. Veio a perseguição da galinha de "Cidade de Deus".

VANUZA PANTALEÃO disse...

Olá, Sobreira!
Assisti e aprendi com todos. Inigualáveis e inesquecíveis.
Cidadão Kane, com certeza, é a perfeição. Mas Vertigo deixou-me hipnotizada.
Uma ótima seleção!
Bom final de semana!!!

Marco disse...

Caro amigo Francisco,
de forma geral, concordo com os filmes arrolados. Especialmente com "a Marca da Maldade", e seu belo plano-sequencia inicial.
Carpe Diem.

Diz disse...

Eu sei pelo início se vou gostar de um filme- as primeiras cenas dão o recado do diretor, não é?
Qto tempo!
qdo tomaremos um cafezinho juntos?
apareça lá e diga. Abs, Laura-Elianne

Belle disse...

Eu acrescentaria ANTICRISTO de Lars Von Trier. É uma das abertura de filme mais bonitas que já vi...