sábado, dezembro 23, 2006

OS DEZ MELHORES VISTOS E REVISTOS DE 2006


Antes de divulgar as listas dos 10 melhores filmes por mim vistos e revistos no ano que está se findando, nas quais, como todas as listas, estão presentes vários fatores individuais e subjetivos, acho necessário dar estas explicações. 1) As listas são EM ORDEM ALFABÉTICA. 2) Ao contrário de outros cinéfilos/críticos, resolvi relacionar apenas 1o títulos (tal como ocorria nas litas feitas nos anos 1960) . 3) Apesar de feito para a TV, decidi incluir Saraband , tendo em vista a sua qualidade, revelando um Bergman em grande forma do alto dos seus 85 anos à epoca da realização do filme. Agora as listas, sujeitas a chuvas e trovoadas (risos).
***************************
FILMES VISTOS (no cinema e em DVD)
- Boa Noite e Boa Sorte (George Clooney/2005)
- Capote (Bennett Miller/2005)
- Flores Partidas (Jim Jarmusch/2005)
- O Maior Amor do Mundo (Cacá Diegues/2006)
- Marcas da Violência (David Cronenberg/2005)
- O Novo Mundo (Terrence Malick/2005)
- Saraband (Ingmar Bergman/2003)
- O Segredo de Brakeback Mountain (Ang Lee/2005)
- A Vida é um Paraíso (Kay Polack/2005)
- Volver (Pedro Almodóvar/2006)
****************************
FILMES REVISTOS (em DVD)
- Atlantic City (Louis Malle/1980)
- Caçada Humana (Arthur Penn/1966)
- Lua de Fel (Roman Polanski/1992)
- Meu Ódio Será Sua Herança (Sam Peckinpah/1969)
- Noites de Circo (Ingmar Bergman/1953)
- Paixão dos Fortes (John Forf/1946)
- Persona (Bergman/1966)
- Rio Vermelho (Howard Hawks/1948)
- Sob o Domínio do Mal (John Frankenheimer/1862)
- O Último Pistoleiro (Donald Siegel/1976, último filme de John Wayne)
AOS AMIGOS E AMIGAS VISITANTES DESTE BLOGUET^
Têm surgido, ultimamente, problemas na parte de comentários desta página. Pessoas que não conseguem fazer seus comentários, ou estes desaparecerem depois de feitos. Em contato com o rapaz que fez o blogue, ele me prometeu estudar uma modificação na forma deles, para evitar, na medida do possível, que tais fatos venham a ocorrer.

Um comentário:

Manoel Carlos disse...

Natal sem sinos - Manuel Bandeira

No pátio a noite é sem silêncio
E que é a noite sem o silêncio?
A noite é sem silêncio e no entanto onde os sinos
Do meu Natal sem sinos?

Ah meninos sinos
De quando eu menino!

Sinos da Boa Vista e de Santo Antônio.
Sinos do Poço, do Monteiro e da Igrejinha de Boa Viagem.

Outros sinos
Sinos
Quantos sinos!

No noturno pátio
Sem silêncio, ó sinos
De quando eu menino.
Bimbalhai meninos.
Pelos sinos
De quando eu menino,
Pelos sinos (sinos
Que não ouço), os sinos de
Santa Luzia.

Rio, 1952